Montag, September 07, 2009

Haicais

Também conhecidos como "hai-kais", ficou a vontade do post anterior de postar alguns aqui. No fim da tarde separei alguns sobre o inverno do livro As Quatro Estações, tão lindos:


A mulher abraça
a garrafa de cachaça.
Miserável casaco.

{Jorge Lescano}




O velho casaco
esquecido no cabide.
Frio da ausência.

{ Olinda Marques de Azevedo}



Depois da geada
nas faces do espantalho
lágrimas geladas.

{ Roberto Saito}


Terminado o livro estou pulando para outro do Caio: " Onde andará Dulce Veiga?"; um dos contos de "Triângulo das águas" ( já lido) vale destaque : O Marinheiro. Algo como encharcar as páginas com as lágrimas de tão triste que é. Talvez porque haja muita realidade e não uma realidade brutal-nua-e-crua-se-assustem. É uma realidade de completude, de 'é assim mesmo, velho' e etc. Depois de tantas dicas só me resta desejar boa leitura, eu disse 'boa leitura'. Não é para se aproveitarem de minha loucura por livros e escritores bons e saírem colando frases e trechos que eu posto deles aqui. Obsessão de ser Ana, que coisa.

1 Kommentar:

Roberto Borati hat gesagt…

triângulo das águas é muito bom, o marinheiro é demais...caio é demais, né?!

olha, um nome interessante dos hai-cais é alice ruiz, conhece?

besos

beto.